E senti;

Eu olhei o céu e senti a bruma do inverno apoderando-se do brilho intenso do pôr-do-sol dando boas-vindas à noite. O tom azul e límpido do céu da Capital banhado por cores de Almodóvar. E a leve brisa tocando-me a pele do rosto fazia-me ficar com nariz e bochechas enrubescidas e ressequidas pelo frio.

Entre as pedras e o farfalhar das árvores da colina todas as tardes buscava a calmaria para que, logo mais a noite, as tristezas não me sucumbisse com toda a voracidade. Era necessário ao menos minutos para lembrar-me de quem eu era antes de você... Quem sabe assim voltava a aprender a viver sem você. A plenitude que tal ambiente me proporcionava era incomparável.

No começo, deixava que as lágrimas pronunciassem meu desespero só para achar meu ponto de equilíbrio – um momento somente meu entre o rancor e amor, brigas internas – as quais aos poucos perderam a força. Como se fosse um reencontro entre corpo e alma, ou quiçá transcendia ao desconhecido.

E naquela última tarde, permiti-me a despedida – entre o velho e o novo eu. Eu olhei o céu e senti...

Pauta para um novo projeto: In Verbis. Escrevi, porque estava bem sem ideias para postar algo e ontem estava olhando o céu de Brasília não há palavras para descrevê-lo. E, logo mais, continuo com o conto. E conheçam o Palavras Mil, quem não conhece.
Beijo pra quem é de beijo.

20 comentários:

  1. Tem sentimentos que vão consumindo a gente aos poucos. É preciso dar um basta logo, pra que a vida prossiga em seu curso.

    Amei o texto!

    ResponderExcluir
  2. Incrível Ba-bi... Amei cada detalhe da composição.

    Grande Beijo

    ResponderExcluir
  3. Ah, adorei o texto! Muito bom. :)
    Preciso achar uma oportunidade e inspiração pra participar do Palavras Mil.

    :*

    ResponderExcluir
  4. Segunda vez

    Parabéns pela conquista.
    [sempre quis dizer isso pra você]

    Foi completamente merecido. Não porque somos amigas, porque você sabe que em relação a isso - a amizade não influencia nas minhas análises - O seu texto está realmente excelente.

    Intenso, bem ritmado, os sentimentos estão bem dispostos. Tudo harmoniosamente desenhado.

    Grande Beijo

    Ba-bi - fiquei muito feliz com o resultado

    ResponderExcluir
  5. A Tati estragou a surpresa, rs, mas confira o resultado e a 2ª Edição no blog ou comunidade do projeto e pegue seu selo.

    ResponderExcluir
  6. Babi
    Que texto emocionante e cheio de sentimentos.
    Parabéns pela conquista que lhe é verdadeiramente merecida.
    Agora vou descer para conhecer a sua outra história.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Baaaaaaaabi, que lindo ):
    PARABENS PELO PREMIO. VOCÊ MERECEU <3

    ResponderExcluir
  8. Parabéns querida,eu ia participar do In Verbis tb,só q tava sem criatividade,até cheguei a fazer um texto q não axei q ficou bom.
    O seu tah lindo.
    :*

    ResponderExcluir
  9. Belo texto. Mereceu a vitória. Parabéns

    :*

    ResponderExcluir
  10. Amo observar o céu...
    Sempre mexe comigo...
    Amei teu texto!!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Amei teu texto, como sempre! Estava com muitas saudades daqui!As sensações por vezes valem mais do que qualquer outra coisa!

    Beijujubas

    ResponderExcluir
  12. Céu é uma das coisas mais belas que há nessa vida!

    Beijo.

    P.s: Adoro a palavra 'farfalhar', soa tão bela HAUAHUA.

    ResponderExcluir
  13. Ganhou, né? o/
    Acho que não ia ser diferente. Você sempre foge do comum e consegue falar de sentimentos comuns de formas tão diferentes!
    Sabe, eu senti uma coisa estrnha no final. Sei lá, como se eu estivesse na cena e a revelação fosse minha. :S Estranho! rs
    Vou começar a ler o seu conto mais tarde. ^^
    Beijão =*

    ResponderExcluir
  14. Tão lindo e delicado.
    Amei o texto!

    Beijos Babizinha!

    ResponderExcluir
  15. Eu senti a leveza do seu texto. Daqui sorrio. Com certeza ganhará.
    beijos

    ResponderExcluir
  16. não sou ciumenta não =P
    o nome da música é Heartbeats, quem canta é José Gonzales ^^

    ResponderExcluir
  17. Descrever coisas cotidianas como o céu é como tirar uma foto:Seu olhar torna tudo poético e único.

    :) Pesquisei sobre cores de Almodóvar. Babizinha também é cultura!

    ResponderExcluir
  18. "Era necessário ao menos minutos para lembrar-me de quem eu era antes de você... "

    eu precisei de 2 anos.

    ResponderExcluir
  19. foi o maior texto q escrevi e fiquei feliz de dividir o pódio com vc. parabéns a vc tbm, n ganhou a toa. Mereceu. Até outras vezes, sempre que puder passarei por qui pra acompanhar seus contos....

    ResponderExcluir

✖ Não faça propaganda de seu blog;
✖ Se discordou de algo, não publique comentários anônimos;
✖ Não é avisando que (per)segue meu blog que será recíproca;
✔ Retribuirei qualquer comentário se possuir blog;
✔ Estou aberta a críticas construtivas e a novas amizades...
♥ Desde já, agredeço sua opinião!