Dear diary, celebrities!

15 de maio de 2011
Querido diário,

Hoje, recolhendo várias caixas deparei-me com uma antiga e velha conhecida, dentro dela estão lembranças impressas, dessas que guardo e carregarei para dentro de um túmulo – histórias, segredos e sentimentos, todo juntos em textos por mim escritos ou em versos copilados tudo o que vivi; diários de quando era moça comum e anônima.

Reli alguns trechos e sinto falta daquele tempo. Meus sonhos eram altos, aos poucos alcei na profissão de cantora e no chão, meus pés não permaneceram. Esqueci de minhas origens; hoje, eu vivo cercada de pessoas que trocam sorrisos falsos e apertos de mão frouxos, a beleza das mulheres são 80% descartáveis, ou melhor, dizendo, laváveis.

Sempre imaginei o glamour das festas de gala e das conversas prazerosas que iria desfrutar junto aos milionários e famosos, porém não imaginava que esse mundo fosse mais sujo do que aquele a qual eu vim. Confesso: a avareza me cegou a princípio e deleitei-me por pura luxúria.

Agora me encontro aqui, sentada com um cigarro entre os dedos e bebericando em minha xícara o capuccino gelado, e escrevendo e querendo meus anos de volta só para não repetir alguns dos vários enganos que cometi. Em pensar que abandonei pessoas e esqueci-me de meus preceitos para conseguir status. Porém, não fui a primeira e nem seria a última a praticar desses males, pois nesse mundo aprendi uma coisa: o mundo é dos espertos e salvem-se quem puder!
P.S.: Pauta para o BK. Imagem do Vi.sualize.us.
Beijo pra quem é de beijo!

17 comentários:

  1. "O mundo é dos espertos e salve se quem puder!" As pessoas erram muito em busca do status, do poder e do reconhecimento. Ganham o que anseiam e perdem, pelo caminho, o coração e a felicidade, que está contida nas pequenas coisas. Se o mundo é dos espertos, temo, por ser tão boa e sentimental nunca possuí-lo, mesmo assim, a felicidade está ao alcance das mãos de quem a procura em coisas simples!

    Adorei o seu texto, refleti um pouco sobre ele ai em cima, desculpa o comentário confuso, estou muito confusa hoje. Lindo texto, beijos, Mel ^^

    ResponderExcluir
  2. nossa, merece estar entre as três melhores do blorkutando dessa semana.

    parece que, na sociedade em que vivemos, precisamos ser igual a todos, buscar a riqueza. pena que poucos pensam que não é bem assim :)

    mt bom mesmo!

    ResponderExcluir
  3. Realmente, muito bom!
    Quero tentar participar dessa vez, mas ando sem criatividade. :/

    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Depois de tanto tempo as pessoas ainda não sabem reconhecer o melhor lado da vida e dão muita importância a determinadas coisas q sozinhas não são absolutamente nada,devemos sim buscar o auge,mas em td há limites,devemos buscar o apogeu,no entanto,em troca não podemos abrir mão do q somos e daquilo q tem valores acima do dinheiro...

    =* Gostei do texto,é uma forma de repensar até q ponto vle a pena buscar algo

    ResponderExcluir
  5. Dificil essa sensação niilista de que o mundo é dos espertos! heehe

    Porém, cada um tem um princípio para achar um meio de alcançar a finalidade.

    :)
    Muito bom o relato.
    beijo, babi

    ResponderExcluir
  6. O mundo das máscaras... As vezes me pergunto quão vazio deve ser o mundo de uma celebridade.
    Queria ter participado da estreia de Mil Palavras, mas como só entro final de semana, perdi a oportunidade. Deixa pra próxima...

    ResponderExcluir
  7. Sabe, eu fiquei meio que imaginando a garota, legal. A gente muitas vezes procura coisas expecionais em lugares errados e se esquece que coisas realmente maravilhosas não vem com etiqueta e marcas.

    beijo,

    Charlie B.

    ResponderExcluir
  8. Uau!!!
    Sabe...
    Não existe explicação para isso...
    As pessoas se vendem por tão pouco...
    "O mundo é dos espertos e salvem-se quem puder!"
    Não!!!
    O mundo é daqueles que pensam que são expertos!!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Tbm tenho trocento diários aki... e quanto mais eu leio o q eu escrevia, mais eu penso "parecia ser tão fácil" e se eu estiver seguindo pelo menos 50% do que planejei, jah acho lucro viuu de tanto que precise partir pro plano B rsrsrs

    amei o textooo xD

    ResponderExcluir
  10. Quantas pessoam já não escreveram algo parecido em seus diários? Mesmo os não famosos, somos muito volúveis, nos levamos pelas coisas materias e pelos prazeres, são poucos os jovens e humanos em geral que não se levam por isso tudo. Muito bom texto. :)

    ResponderExcluir
  11. É muito bom 'abrir a caixinha dos sonhos', dá uma certa nostalgia às vezes e, no caso da personagem, arrependimento.

    Mas, sempre é bom. Mesmo que carregado de melancolia, o passado é sempre um lugar calmo...

    ResponderExcluir
  12. Belo texto.Boa sorte no BK!
    bjos,
    mah

    ResponderExcluir
  13. E às vezes a gente tropeça na própria esperteza.
    Muito bom, Babizinha!

    Beijo, moça.

    ResponderExcluir
  14. Não entendi... 15/5/2011 seria o dia que vc escreveu e tá relendo ou o dia que vc ta lendo

    Qd quiser, lá em casa tá aberto !

    beiijos ;*

    ResponderExcluir
  15. Tenho uma caixa antiga, guardo agendas e cadernos.. escritos... e adoro lê-los e é tão bom a saudade, a nostalgia, lembranças, e principalmente descobrirmos como amadurecemos.

    ResponderExcluir
  16. Muito massa sua pauta, boa sorte no BK :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. eu tenho dessas no meu diário... coitado, bola a casa inteira, te disse... rs
    toda vida de glamour tem lá o seu preço, né. Enfim, a gente precisa fazer pra se arrpender e, quem sabe, aprender um pouco tbm ^^
    Jura que vc queria que os comentários voltassem? >___<
    Obrigada, Babih! é, 100! o/

    ResponderExcluir

✖ Não faça propaganda de seu blog;
✖ Se discordou de algo, não publique comentários anônimos;
✖ Não é avisando que (per)segue meu blog que será recíproca;
✔ Retribuirei qualquer comentário se possuir blog;
✔ Estou aberta a críticas construtivas e a novas amizades...
♥ Desde já, agredeço sua opinião!