Das suas vontades;

Entre risos e palavras soltas tentei encará-la sem pesar, pois as próximas frases sairiam afiadas de minha garganta e iria feri-la, então insistiria em não a ver sangrando e implorando que eu ficasse. Recostados na árvore mais frondosa do parque, falávamos de nossas férias frustradas e tediosas, não sabendo ao certo se devíamos citar os nossos nomes como a melhor parte de toda essa falta de distração. Ela não se importava com a calça jeans desbotada na grama molhada, e entre goles e tragos os lábios ficavam vermelhos vivos e a melhor parte dela florescia: versos bonitos eram proferidos.

Havia um vão entre nós em que eu não conseguia invadir, quem dirá abster-me. Eu gostava desse jeito tolo dela em recitar verdades. E, às vezes, até fascinava-me e mais abobado ficava. Sua façanha era logo embriagar-se para dirigir-se a mim, com a boca insana atirando-me vontades - vontades suas... Minhas por ela, deveras.

Naquele fim de tarde em que o céu resolvera mostrar-se lilás, azul, laranja e cinza após a tempestade, resolvi embriagar-me também. Ao lado dela embebi da coragem e da verdade; e cortei-a nas primeiras frases desconexas. Fui rude e reparei em seus olhos amendoados fumegarem e cintilarem num misto de desaprovação e contentamento.

No último dia que a teria por perto, uma parte de mim morreu, o medo – retirei-o do caminho, desbravei-o com uma tapa, e apesar de enganar-me por alguns instantes sobre o efeito do álcool, o sentimento revelou-se amiúde e estúpido. Suas palavras diante das minhas fluíram como eu não imaginava; um sibilar de eu tentei dizer isso a você, desculpe-me, já não temos mais tempo – despediu-se selando meus lábios com os dela e partiu. E daquela verdade eu aceitei, porque tive a certeza de que era recíproco mesmo não a tendo pra mim.


P.S.: Estou demorando muito entre uma postagem e outra, né?! É que estou sem inspiração, tenho até uns textos escritos, mas até para editá-los a coisa falha. Então, tentem me entender. (;
Beijo pra quem é de beijo!

10 comentários:

  1. Está fabuloso...
    Você está escrevendo muito bem!!!
    E que tua inspiração volte logo...

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. "Sua façanha era logo embriagar-se para dirigir-se a mim, com a boca insana atirando-me vontades - vontades suas... Minhas por ela, deveras."

    Ui!
    O amor me embriaga e, por vezes, nada consigo falar.
    Um abraço, Babizinha.

    ResponderExcluir
  3. Achei muito bom, cada vez mais aprecio sua forma de escrever e descrever os acontecimentos! *-*
    Sem criatividade para um comentário melhor, sorry. :/

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oii vi seu blog num outro blog de um outro blog.
    adorei aqui
    o layout.a atmosfera..os assuntos...as idéias.
    espero vir encher mais sua paciencia por aqui...
    parabens...e tbm aproveitar e desejar uma ótima semana
    e deixar o PUMsamento do dia...
    se você tem aquele amigo bebum....que intorna todas...o deus dele é o zeca pagodinho e a santa é a amy winehouse....lembre que poderia ser pior..ele só num bebe acetona porque
    tira o esmalte dos dente . ..
    abraços e se cuide.

    ResponderExcluir
  5. "Ao lado dela embebi da coragem e da verdade"
    A verdade é que o amor pode sim nos dar a coragem necessária para fazer tantas coisas, mas o medo ás vezes nos impede de dizer o que sentimos e acaba por nos afastar do que mais queremos. Adorei o Texto, beijos, Mel

    ResponderExcluir
  6. que fim de tarde mágico, é dessas tardes que sinto falta, dessas tardes que minha saudade fala!
    ^^

    muuuito lindo

    ResponderExcluir
  7. interessante você tomar partido pelo ponto de vista masculino... diferente. Talentosa! embora o assunto seja triste e dificil de tratar, ficou delicado, sutil :)

    ResponderExcluir
  8. Esse texto maravilhoso porque vc está sem inspiração?
    Arrasouuuu como sempre. Saudades daqui. Ando sumida, vá entender.haha
    beijos

    ResponderExcluir

✖ Não faça propaganda de seu blog;
✖ Se discordou de algo, não publique comentários anônimos;
✖ Não é avisando que (per)segue meu blog que será recíproca;
✔ Retribuirei qualquer comentário se possuir blog;
✔ Estou aberta a críticas construtivas e a novas amizades...
♥ Desde já, agredeço sua opinião!